Para proteger varandas com economia, vá de toldos transparentes e verticais

Feitos para proteger as varandas da chuva e do vento sem atrapalhar a visão das áreas externas, os toldos verticais e transparentes são encontrados em forma de rolos com estruturas em alumínio protegidas com pintura eletrostática.

São opções mais econômicas do que os fechamentos de vidro, e são totalmente recolhíveis na parte superior (sistema similar ao das persianas rolô), de forma que ficam super discretos quando não estão sendo usados.

E para quem tem casa de praia, sítio, fazenda ou afins, lembre-se que o seguro Residencial SulAmérica também oferece a garantia roubo/furto do conteúdo para este tipo de residências de veraneio. Confira mais informações aqui!

Um beijo

Bianca

Postado em:Dicas úteis
0 Comentários

Varandas envidraçadas


Para pessoas como eu, que vivem em cidades como São Paulo, algumas necessidades surgem para diminuir o desconforto e os problemas que vêm junto à grandeza do lugar.

O fechamento de varandas, ou áreas externas, com vidros, por exemplo, ameniza o ruído e a poluição, oferece segurança, protege de chuvas e ventos e ainda aumenta a área útil da casa durante todo o ano. Especialmente quando estas áreas são também usadas como extensões das salas de estar, o vidro é fundamental.

Os sistemas de envidraçamento são práticos e aparecem com opções de abertura articulada, total ou parcial dos painéis, permitindo uma visão ampla e facilidade na limpeza e manutenção. Para quem tem ou quer investir em varandas envidraçadas, uma boa dica é conferir o serviço de cobertura de vidros instalados que o seguro SulAmérica Residencial oferece aos seus clientes. Clique aqui para obter mais informações.

Veja algumas varandas fechadas nas fotos!

Beijos

Bianca

Postado em:Reforma e Construção
0 Comentários

Travertino levigado

piso

Sempre recomendo o uso desse material para revestimento de pisos de salas e varandas.

O mármore travertino (nacional) vem da Bahia e por isso não tem um valor tão elevado quanto os mármores importados.

Seu custo em São Paulo gira por volta de R$ 350,00 já com instalação, na versão paginada com placas de mais ou menos 80 x 80cm. Para placas prontas de tamanhos menores, esse custo cai bastante.

O travertino concede valor ao imóvel, uma vez que é um material nobre, natural e neutro.

Por ser claro, dá a sensação de maior amplitude e leveza aos espaços.

Eu costumo recomendar o acabamento levigado, que é similar ao acabamento bruto – sem polimento, e portanto, sem brilho. Dessa forma ele fica ainda mais claro, bem lisinho e fosco, mas também sem buraquinhos.

Para torná-lo mais prático para limpeza e mais impermeáveis as marmorarias “estucam”, ou seja, tampam os buraquinhos característicos dessa pedra com massa plástica da mesma cor.

É o acabamento sem polimento e sem buraquinhos que é chamado de levigado.

Na minha casa mesmo eu escolhi esse piso para a área social.

A limpeza é super fácil, ele não risca e se for impermeabilizado depois da instalação, ele também não mancha.

Vale a pena investir nesse material!

Beijos,

Bianca

travertino-levigado

travertino

travertino7

travertino-levigado5

travertino-levigado3

travertino-levigado1

travertino-levigado

travertino-levigado8jpeg

travertino-levigado6jpeg

travertino-levigado4

travertino-levigado2

piso-travertino-levigado

Postado em:Reforma e Construção
0 Comentários